Informações da página

Você está em: Página Inicial > Comunicação > Notícias

Início do conteúdo

Campus é contemplado com núcleo do Projeto Segundo Tempo do MEC

O Campus Sertão do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) está entre as 50 instituições de ensino federais que terão núcleos esportivos do programa Segundo Tempo já a partir de agosto. O Ministério da Educação divulgou a lista dos projetos selecionados na terça-feira, 20.

 

As instituições oferecerão oficinas de esportes abertas à comunidade, em pelo menos três modalidades. Em contrapartida, os institutos federais receberão recursos para equiparem as suas quadras esportivas.

 

Lançada oficialmente em fevereiro deste ano, a chamada pública que selecionou as escolas é uma parceria entre o MEC, por intermédio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), e o Ministério do Esporte. Entre os 50 projetos selecionados, figuram campi de 25 institutos federais, distribuídos em 18 unidades da federação.

 

Ao todo, 110 propostas foram apresentadas pelos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. Destas, 25 foram desclassificadas porque não atenderam ao edital.

 

As 85 restantes foram avaliadas de acordo com quatro critérios para a seleção dos projetos que seriam apoiados: estratégia para envolvimento da comunidade (consistência), adequação da proposta, disponibilidade de infraestrutura (sustentabilidade) e relevância da iniciativa.

Cada campi receberá R$ 300 mil para investir em melhorias da infraestrutura esportiva, além de repasses referentes às bolsas dos monitores para atividades esportivas.

 

 

O projeto do Campus Sertão

 

O Campus Sertão objetiva ofertar duas modalidades individuais, xadrez e artes marciais (Judô e Tae-kwon-do) e quatro modalidades coletivas vôlei, basquete, handebol e futebol.

 

Os municípios atendidos pelo projeto serão Sertão, Coxilha e Charrua. O público-alvo é formado por crianças e adolescentes em idade de 11 a 16 anos que estejam regularmente matriculados em escolas públicas e cujas famílias são beneficiadas por ações do Ministério do Desenvolvimento Social (Bolsa Família). O Núcleo também reserva um percentual de até 20% para moradores de grupos étnicos em situação de vulnerabilidade social nas cidades atendidas, ou seja, quilombolas e indígenas do Quilombo da Mormaça (Sertão) e da Terra do Ligeiro (Charrua).

 

As três cidades possuem algumas características comuns: ambas têm menos de 10.000 habitantes; o setor produtivo primário como principal fonte geradora de renda; baixo índice de industrialização e uma renda per capita em torno dos 16.000.

 

Dentre as melhorias solicitadas pelo Campus para o desenvolvimento do projeto, está a iluminação de um dos campos de futebol society; a reforma do piso, pintura, traves e tabelas das duas quadras poliesportivas abertas; a substituição da areia e do sistema de drenagem do campo de futebol de areia, a substituição da areia, do sistema de drenagem e suportes para rede da quadra de vôlei de areia; a reforma do tablado, dos sistemas de ventilação e de som e a reforma do vestiário e da sala de material da quadra poliesportiva coberta.

 

Integram a comissão que elaborou a proposta: a pedagoga Márcia Adriana Rosmann (Supervisora Escolar e Coordenadora do Núcleo); os professores Claudia Regina da Costa, Luiz João Rossetto, Josimar de Aparecido Vieira, Luiz Valério Rossetto (coordenador geral de Atendimento ao Educando, Odair José Spenthof (coordenador geral de Ensino), Odirce Teixeira Antunes (diretor do Departamento de Desenvolvimento Educacional); os técnicos em assuntos educacionais Fabiane Vanessa Breitenbach, Gabriela Fernanda Ce Luft e Tiago Juliano Ribeiro Severo; e a jornalista Lisiane Schuster Gobatto.

 

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Câmpus Sertão

Rodovia RS 135, Km 25 | Distrito Eng. Luiz Englert | CEP: 99170-000 | Sertão/RS

E-mail: comunicacao@sertao.ifrs.edu.br | Telefone: (54) 3345-8000 | Fax: (54) 3345-8006/8022/8003