Informações da página

Você está em: Página Inicial > Comunicação > Notícias

Início do conteúdo

Exposição "Mulheres negras: símbolos de resistência na sociedade e cultura brasileira" marca Semana da Consciência Negra no Campus

Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus

Para marcar a Semana da Consciência Negra no Campus Sertão, integrantes do projeto "Intervenções Artísticas no IFRS - Campus Sertão: Sertanearte" realizaram uma intervenção artística apresentada no hall de entrada do prédio central. A exposição "Mulheres negras: símbolos de resistência na sociedade e cultura brasileira" ficou disponível para visitação até o dia 30 de novembro.

Além dos integrantes do projeto, os estudantes bolsistas Fernanda Souza de Oliveira e Alex de Conto Zampiron e a professora de artes, coordenadora, Elisa Iop, também colaboraram com a realização da exposição as mulheres do quilombo da Mormaça. Conforme a coordenadora Elisa Iop, a exposição busca dar visibilidade às mulheres negras que fizeram e fazem parte da nossa história. "A história oficial, além de ser a história dos vencedores, é a do homem brancos. Isso não significa que as mulheres, especialmente as negras não foram agentes dessa história, pelo contrário, sempre estiveram na linha de frente, junto como homens, irmãos e companheiros", observa.

Elisa conta que para dar visibilidade a essas mulheres, o projeto partiu do contexto histórico-cultural das Comunidades Remanescentes de Quilombos - Mormaça e Arvinha - localizadas na área rural do município de Sertão e Coxilha, norte do Estado do Rio Grande do Sul. As comunidades foram espaços de resistência ao escravismo e tiveram como protagonistas, Francisca Mormaça (a Chica Mormaça) e Cezarina de Miranda (a Cezarina de Arvinha).

O principal elemento emblemático e problematizador que deu origem a essa intervenção foi a troca de saberes, conhecimentos e experiências adquiridas durante a realização do projeto de extensão "Incentivo ao desenvolvimento do artesanato de referência cultural em Sertão: a Comunidade Quilombola de Mormaça", o "Flor de Sertão", realizado entre os anos de 2012 e 2013.

"Foram essas mulheres que teceram os objetos artesanais que compõem essa intervenção, aqui entendidos como 'um território' de cultura e continuidade da identidade quilombola de Mormaça e Arvinha, assim um espaço de 'luta' protagonizado pelas mulheres negras ao longo da história do nosso país", relata a coordenadora.

Na opinião de Elisa, "Chica Mormaça e Cezarina de Arvinha, entre outras tantas mulheres negras como Aqualtune, Acotirene, Luiza Mahín, Carolina Maria de Jesus, Mãe Menininha do Gantois, Clementina de Jesus, Adelina Charuteira, Anastácia, Teresinha de Benguela, Tia Ciata, Rainha Teresa do Quariterê, Maria Criola, Antonieta de Barros, Brandina, Auta de Souza, Maria Felipa, Laudelina Campos Melo, Mãe Beata de Yemenjá, Sueli Carneiro, Alzira Rufino, Helenira Rezende, Ruth de Souza, Maria José Aragão, Leila Gonzalez, Mãe Estela de Oxóssi..., romperam com muitos obstáculos ('pedras'), vindo a contribuir na luta contra a escravidão, pela superação do preconceito e da discriminação racial e nas conquistas sociais do povo negro no Brasil. Lembrem: quem foram e/ou são essas mulheres? Participem da nossa intervenção: deixem registrado nas 'pedras' os seus respectivos nomes. Desnudem seus pés, entrem nesse 'território', explorem seus sentidos. Sintam o aroma das plantas, pensem em seus poderes curativos, reflitam e levem consigo a nossa mensagem".

Galeria

Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus Exposição marca Semana da Consciência Negra no Campus

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Câmpus Sertão

Rodovia RS 135, Km 25 | Distrito Eng. Luiz Englert | CEP: 99170-000 | Sertão/RS

E-mail: comunicacao@sertao.ifrs.edu.br | Telefone: (54) 3345-8000 | Fax: (54) 3345-8006/8022/8003