Informações da página

Você está em: Página Inicial > Comunicação > Notícias

Início do conteúdo

Lesões raras em animais são encontradas em suínos do Campus

Lesão rara encontrada no coração de um suíno

Técnicos do Campus surpreenderam-se ao encontrar dois animais com lesões raras que ocorrem, geralmente, em humanos, durante o abate semanal de suínos. Os dois casos foram percebidos, coincidentemente, no mesmo abate.

 

Uma das lesões trata-se de Endocardite Infecciosa, uma inflamação que causa abscesso na musculatura interna do coração. De acordo com o responsável técnico e médico veterinário da Instituição, João Carlos Berton, é o primeiro caso do gênero que ele presenciou.

 

A outra lesão é uma má formação em um rim, que duplicou o órgão, denominada de Rim Duplo ou Fusão Maciça e Total dos Blastemas em uma Massa Discoide. "Não existem registros, ao menos na região, de ocorrências do gênero em animais. São lesões que costumam acometer humanos", explica Berton.

 

Segundo ele, os animais foram criados da mesma forma, recebendo o mesmo tipo de cuidado e alimentação e não há explicação científica para os casos. "Em humanos, o que costuma causar Endocardite Infecciosa é uma infecção dentária, uma neoplasia intestinal ou a dependência química", cita.

 

Os casos raros foram percebidos porque além da Inspeção Municipal, existe o acompanhamento do veterinário da instituição em todos os processos de abate de animais. "A inspeção feita no Campus segue rigorosos padrões de qualidade e higiene", aponta Berton. As partes lesionadas foram analisadas e descartadas na Inspeção.

 

O veterinário destaca que a Agroindústria do Campus, onde é processada a carne, o leite e os vegetais, é modelo para o mercado por respeitar todas as normas e priorizar a higiene e a qualidade dos produtos. "Nossa Agroindústria processa, em média, 400 litros de leite por dia, transformando em queijo, iogurte, doce de leite e leite in natura para consumo dos alunos. Da mesma maneira, são processados vegetais para a produção de conservas e geléias. A produção excedente, que não é consumida pelos alunos, é comercializada no Posto de Vendas da Instituição", ressalta.

Galeria

Má formação chamada de Rim Duplo Abate de animais é feito na Agroindústria do Campus e segue rigorosos padrões de qualidade e higiene

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Câmpus Sertão

Rodovia RS 135, Km 25 | Distrito Eng. Luiz Englert | CEP: 99170-000 | Sertão/RS

E-mail: comunicacao@sertao.ifrs.edu.br | Telefone: (54) 3345-8000 | Fax: (54) 3345-8006/8022/8003