Informações da página

Você está em: Página Inicial > Comunicação > Notícias

Início do conteúdo

Campus Sertão recebe homenagem da Assembleia Legislativa do RS

Homenagem aos 53 do Campus na Assembléia Legislativa

Os 53 anos do Campus Sertão do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) foram lembrados pela Assembleia Legislativa do Estado, por iniciativa do Deputado Gilmar Sossela, que propôs a realização de uma sessão em homenagem à instituição, na quarta-feira (07), às 14 horas, no Plenário 20 de Setembro.

 

Representou a Instituição na homenagem a Reitora do IFRS, Cláudia Schiedeck Soares de Souza; o diretor em exercício do Campus Sertão Odirce Teixeira Antunes, representando a diretora Viviane Silva Ramos que participava de capacitação para dirigentes no Ministério da Educação em Brasília; o Coordenador Geral de Ensino Odair Spenthof; a Coordenadora de Integração Escola-Comunidade Maria Medianeira Possebon; a professora Maria Tereza Bolzon Soster; e os alunos da turma 32 do terceiro ano do curso Técnico em Agropecuária integrado ao Ensino Médio.

 

Na chegada ao plenário a comitiva do Campus foi recepcionada pelo Deputado Gilmar Sossela e seus assessores. Os alunos assistiram à sessão da plenária, enquanto os dirigentes do Campus, a Reitora do IFRS e o representante do Poder Executivo de Sertão, o Assessor da Assembleia Pedro Polese, participaram da mesa diretiva da Assembleia junto ao presidente em exercício, Deputado Nelson Härter (PMDB).

 

Ao justificar sua homenagem, o Deputado Sossela salientou que "muito mais que uma instituição de ensino, o Campus Sertão é referência na formação de Técnicos em Agropecuária no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, centro-oeste e nordeste brasileiro".

 

Para Sossela, quem estuda ou trabalha no Campus está inserido num projeto educacional diferente, que pode ser denominado como escola-família. "Ao deixar a casa de seus familiares, o aluno ingressa num modelo de educação de turno integral, onde a convivência diária agrega valores indispensáveis à formação humana e profissional. Mais tarde, estes mesmos alunos estarão difundindo o conhecimento junto às propriedades rurais e ao mercado de trabalho", salientou.

 

Manifestaram-se em apoio à homenagem os deputados Leila Fetter (PP), Adão Villaverde (PT), Heitor Schuch (PSB), Zilá Breitenbach (PSDB), Kalil Sehbe (PDT), Cassiá Carpes (PTB) e o ex-prefeito por três mandatos de Sertão, o deputado Gilberto Capoani (PMDB). A sessão foi transmitida ao vivo pela TV Assembleia.

 

 

Um pouco de história

 

Criado pela Lei n° 3.215, de 19 de julho de 1957, com a denominação de Escola Agrícola de Passo Fundo, o Campus iniciou seu efetivo funcionamento no ano de 1963. Em 1964, passou a denominar-se Ginásio Agrícola de Passo Fundo, com localização em Passo Fundo (RS), subordinado ao Ministério da Agricultura.

Na data de 19 de maio de 1967 a instituição foi transferida, juntamente com outros órgãos de Ensino, para o Ministério da Educação e Cultura.

 

Em 25 de janeiro de 1968, a instituição passou de Ginásio Agrícola de Passo Fundo a Colégio Agrícola. A denominação Colégio Agrícola de Sertão foi estabelecida pelo Decreto n° 62.519, de 09 de abril de 1968. A partir de então ficou sob a coordenação da Coordenação Nacional de Ensino Agrícola - COAGRI - durante o período de 1973 até 1986.

 

A denominação de Escola Agrotécnica Federal de Sertão foi instituída em 4 de setembro de 1979. Em 16 de novembro de 1993 a instituição transformou-se em autarquia Federal, com autonomia administrativa e pedagógica.

A Lei nº 11.892, que criou os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia no dia 29 de dezembro de 2008, transformou a antiga Escola Agrotécnica Federal de Sertão em Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

 

Inicialmente, o Campus oferecia o curso Ginasial Agrícola e conferia ao concluinte o diploma de Mestre Agrícola. No período de 1970 a 1975, oferecia o curso Técnico Agrícola e conferia ao concluinte o diploma de Técnico em Agricultura, em nível de 2º Grau. A partir do segundo semestre de 1973, a habilitação passou a titular-se Técnico em Agropecuária.

 

Hoje o Campus tem autonomia para ministrar Curso de Educação Básica em Nível de Ensino Médio e Formação Profissional com cursos de nível técnico e também cursos de graduação superior (tecnologias, bacharelados e licenciaturas).

 

São oferecidos, na atualidade, o curso Técnico em Agropecuária, nas modalidades integrado e subsequente ao Ensino Médio; o curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática subsequente ao Ensino Médio; o curso Técnico em Agroindústria subsequente ao Ensino Médio; PROEJA, com formação técnica em Comércio e os cursos superiores de Tecnologia em Agronegócio, Engenharia Agronômica, Licenciatura em Ciências Agrícolas, Tecnologia em Gestão Ambiental e Zootecnia, além do curso de Formação Pedagógica para Graduados.

Galeria

Alunos junto ao Deputado Gilmar Sossela na chegada à Assembléia Bate-papo com o Deputado antes do início da sessão Alunos acompanharam toda a sessão Homenagem aos 53 do Campus na Assembléia Legislativa Homenagem aos 53 do Campus na Assembléia Legislativa Autoridades da instituição junto a Deputados Alunos, dirigentes do Campus, reitora do IFRS e deputados Comitiva do Campus junto aos deputados Gilmar Sossela e Gilberto Capoani

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Câmpus Sertão

Rodovia RS 135, Km 25 | Distrito Eng. Luiz Englert | CEP: 99170-000 | Sertão/RS

E-mail: comunicacao@sertao.ifrs.edu.br | Telefone: (54) 3345-8000 | Fax: (54) 3345-8006/8022/8003