Informações da página

Você está em: Página Inicial > Comunicação > Notícias

Início do conteúdo

Homenagens ao Rio Grande do Sul marcam o IV Sarau

Apresentações homenagearam o gaúcho

A quarta edição do Sarau Outras Veredas reuniu um grande público no CACI na noite de quinta-feira (29). A participação expressiva de acadêmicos dos cursos superiores, estudantes dos cursos técnicos e servidores do Campus teve uma motivação: homenagear o estado do Rio Grande do Sul.

Muitas pessoas que não são da equipe do Sarau prepararam apresentações e a espontaneidade foi o ponto alto do evento.

Ao som de Yamandu Costa, feito em homenagem ao livro "O tempo e o vento", de Érico Veríssimo, a professora Karina Lucena leu um trecho da obra. Ela também fez a leitura de um trecho do livro "Dez quase amores" da porto-alegrense Claudia Tajes.

A acadêmica Joyce Ribeiro selecionou algumas cenas do filme "Neto perde sua alma"e fez algumas explicações sobre a história do Rio Grande do Sul.

Bandas de rock gaúchas foram apresentadas pela acadêmica Mariana Albuquerque Veras que também exibiu um clipe da Pública.

A lenda da Salamanca do Jarau foi comentada pela acadêmica Débora Dickel Rotta. Outra acadêmica, Hellen Vieira de Deus, leu um texto que ela mesma produziu descrevendo suas impressões sobre o gaúcho.

Vitor Ramil foi interpretado pelos acadêmicos Augusto Posser, Aline e Jean, que escolheram a música "Horizontes".

Os servidores Ivete Scariot, Odirce Teixeira Antunes, Dileta Cecchetti, Lenir Hannecker, Valdir Tamanho, Leila Iabel, Marcos Oliveira e Amiris Resende Busatto, também acompanhados do aluno Jean, cantaram "Gaúcho de Passo Fundo", do músico Teixeirinha.

O professor Elísio de Camargo Debortoli declamou uma poesia de Jaime Caetano Braun e fez um relato da vida desse poeta.

O Sarau também teve uma homenagem ao professor Alfeu Zanotto, que deixou o Campus na última semana. Um grupo de alunos do curso de Gestão Ambiental cantou "É disso que o velho gosta" dedicada à ele.

Os acadêmicos Guilherme, André e Andrey Tamanho tocaram uma música tradicionalista e a professora Leila Iabel declamou a poesia "O mapa" de Mario Quintana.

Nem só de poesia e música foi constituído o Sarau. O tradicionalismo também foi evidenciado na dança, através dos alunos Luciane e Vagner que dançaram uma milonga.

Escritas especialmente para o sarau, as poesias de autoria dos acadêmicos André e Joel foram apresentadas aos público pelos autores.

Os professores se arriscaram nas apresentações culturais. Odirce Teixeira Antunes e Marcos Antonio de Oliveira declamaram poesias tradicionalistas.

O encerramento do sarau foi protagonizado pelo acadêmico Junior Ferro com uma apresentação de boleadeiras de fogo.

 

 

Galeria

Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho Apresentações homenagearam o gaúcho

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Câmpus Sertão

Rodovia RS 135, Km 25 | Distrito Eng. Luiz Englert | CEP: 99170-000 | Sertão/RS

E-mail: comunicacao@sertao.ifrs.edu.br | Telefone: (54) 3345-8000 | Fax: (54) 3345-8006/8022/8003